top of page

Câmara indica ensino bilíngue de Libras em escolas municipais de Osasco


Pedido feito pelo Legislativo atende diretriz de lei federal sobre o tema

Para atender o disposto na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, a Câmara Municipal de Osasco enviou Indicação ao prefeito Rogério Lins (Podemos) para implantar o ensino bilíngue de surdos nas escolas do município de Osasco, por meio da Libras - Linguagem Brasileira de Sinais. Iniciativa do vereador Rogério Santos, a indicação segue os parâmetros indicados no artigo 60-A da Lei 14.191, de 3 de agosto de 2021, cujo conteúdo versa sobre a educação para crianças surdas. O intuito é que os conteúdos pensados para propiciar inclusão e acessibilidade para pessoas surdas ou com dificuldades auditivas comecem a ser ensinados na educação infantil, com zero ano de idade, e perdurem por toda a trajetória escolar. “Conforme estudo feito pela Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), em 2014 a cidade de Osasco tinha cerca de 31 mil pessoas (5% da população) com algum tipo de dificuldade auditiva”, diz o vereador do PL. Também conforme o levantamento feito pela Seplag, cerca de cinco mil dessas pessoas tinham perda auditiva severa e outras duas mil pessoas tinham perda auditiva total. E cerca de 24 mil pessoas tinham algum tipo de dificuldade relacionada à audição.

19 visualizações

Comments


bottom of page