top of page

Câmara Municipal forma terceira turma do Curso de Libras



Iniciativa da Escola do Parlamento tem formado servidores para atender pessoas com deficiência auditiva

A Câmara Municipal realizou na manhã desta sexta-feira (30) a formação da terceira turma do Curso de Libras, oferecido pela Escola do Parlamento em uma parceria com a Secretaria de Assistência Social, que já oferece o curso para a população.


“Essa decisão da Câmara Municipal merece ser aplaudida com certeza. A libras poderia ser a segunda língua oficial. Este ano, na SAS, tivemos um recorde de procurar para a realização do curso, mais de duas mil pessoas. Isso mostra a importância do curso que promove, efetivamente, a inclusão social”, comentou José Carlos Vido, Secretário de Assistência Social.


Para o diretor da Escola do Parlamento, Marcos Arruda, a Câmara Municipal precisa não apenas incluir libras, como já tem feito inclusive com os intérpretes nas transmissões pela TV Câmara Osasco, mas também incluir outras linguagens para atender a todas as pessoas.


“Precisamos de material em braile, para que as pessoas com deficiência visual tenham acesso aos nossos materiais também. E a Libras permite que as pessoas com deficiência auditiva sejam atendidas adequadamente. A Casa do Povo, que é a Câmara Municipal, precisa atender a todos”, ressaltou Marcos Arruda.


Para Sebastião Bognar, o interesse crescente das pessoas pelo curso de libras mostra que a Câmara Municipal está desempenhando seu trabalho para inclusão social. “Ter funcionários que atendam de forma adequada, mesmo que de forma básica, a pessoa com deficiência auditiva é um passo muito importante”, disse o ex-deputado estadual.


“Precisamos investir em conhecimento é muito bom, e o crescimento vale para todas as pessoas, para quem ensina, para quem aprende e para quem é atendido de forma adequada. Que mais servidores públicos possam fazer o curso”, apontou Laércio Mendonça (PSD).


Josias da Juco (PSD) acredita que os resultados serão muito positivos. “A gente percebe a satisfação das pessoas que fizeram o curso, transmitir conhecimentos faz com que todos cresçam”, disse o vereador.


Para José Carlos Santa Maria promover o Curso de Libras para que os servidores atendam a população com deficiência auditiva que procura a Câmara Municipal demonstra que as políticas públicas estão no caminho certo. “Osasco é uma cidade grande que recebe todas as pessoas e nossos servidores públicos precisam estar preparados para atender a todos”, reforçou o vereador.


No segundo semestre a Escola do Parlamento planeja oferecer mais um curso básico de Libras e um intermediário.

6 visualizações

Comments


bottom of page