top of page

Dia “D” do Outubro Rosa atende mais de 6 mil mulheres



As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Osasco estiveram abertas no sábado, 8/10, para o Dia “D” da campanha Outubro Rosa, com atendimentos clínico e ginecológico e coleta de Papanicolau em mulheres a partir dos 25 anos. Também foi possível requisitar exames de mamografia e ultrassom das mamas (mulheres entre 40 e 69 anos), e ultrassonografia transvaginal (mulheres entre 25 e 64 anos), entre outros.

Foram realizados 6.307 atendimentos. Ao todo, 1.431 mulheres realizaram coleta de Papanicolau, foram realizados 813 exames laboratoriais e solicitados 2.050 exames de imagem.

As unidades também disponibilizaram outros serviços de rotina, entre eles, coleta de sangue, abertura e fechamento de pré-natal, atualização cadastral do Cadweb do Sistema Único de Saúde (SUS), testagem rápida para detecção de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) e atendimento nas farmácias.

"A ação foi muito efetiva, pois entregou para as mulheres serviços que contribuirão diretamente para a prevenção do câncer de mama e colo de útero”, avalia a diretora do Departamento de Atenção Básica da Secretaria de Saúde, Erica Lima da Silva.

Durante todo o dia também foram feitas palestras de orientação à saúde da mulher sobre métodos contraceptivos, planejamento familiar e enfrentamento à violência doméstica e sexual.

A ação foi organizada pela Secretaria de Saúde do município de acordo com as diretrizes da Secretaria de Estado da Saúde, com ações afirmativas relacionadas à prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama e colo de útero.

“Tenho histórico na família. Minha mãe teve câncer e faleceu dessa doença. Todo ano faço o acompanhamento, mas por conta da pandemia estava sem fazer. Foi muito bom, pois a prevenção é a melhor alternativa”, comentou Dalva Auta dos Santos, 64 anos, moradora do Rochdale.

Ana Carolina da Cruz Teixeira, enfermeira na UBS do Jardim Rochdale, recomenda às mulheres fazerem o autoexame. “O foco da atenção primária é prevenir. Quando você previne, você promove mais qualidade de vida para a mulher. O primordial é a mulher se conhecer, conhecer o seu corpo para perceber anormalidades. O autoexame é preventivo. No banho mesmo a mulher pode levantar os braços, examinar as axilas, em sentido horário, fazer massagens nas mamas, examinando-as com calma, espremer para ver se sai líquido, observar as simetrias, a coloração. Notando alguma anormalidade, a mulher deve procurar uma UBS para consulta médica e solicitar os exames necessários”, explicou.




3 visualizações

Comments


bottom of page