top of page

Empossado novo Conselho Municipal de Saúde

Foi empossado para o biênio 2023/2024 o novo Conselho Municipal de Saúde de Osasco. A cerimônia aconteceu segunda-feira, 12/12, na Sala Luiz Roberto Claudino (anexa ao Paço Municipal), com as presenças do prefeito Rogério Lins, dos secretários Sérgio Di Nizo (Governo), Fernando Machado (Saúde), da adjunta Suzete Franco, do presidente do conselho, Paulo Sérgio Marcelino, do vice-presidente da Câmara Josias da Juco, dos também vereadores Adauto Totô e Michel Figueiredo, e representantes da sociedade civil.

O Conselho é composto por dois representantes eleitos e seus respectivos suplentes, de cada uma das 64 unidades de Saúde da cidade (Hospitais, Prontos-Socorros, Unidades de Pronto Atendimento, Unidades Básicas de Saúde, Centros de Atenção Integrada à Saúde e Centros de Atenção Psicossocial), com gestão paritária. Ou seja, 50% são representantes dos usuários do sistema, 25% por trabalhadores e 25% governo/ entidades sociais.

Rogério Lins agradeceu o trabalho dos que até o momento se dedicaram em sua atuação ao Conselho e deu boas-vindas aos que chegam. “Sabemos que é um trabalho de muita dedicação e que vocês não recebem nada por isso. Então, quero agradecer a cada um de vocês por esse trabalho e aos que se candidataram. Às vezes pode faltar alguma estrutura, mas sabemos que o que não falta é dedicação e esforço. É graças a vocês que conseguimos fazer um serviço cada vez melhor na área da Saúde. Tenho ciência de que ainda há muito a ser feito e vamos continuar trabalhando melhorar. Nossa meta é fazer com que, nos próximos dois anos, todas as UBSs tenham o mesmo padrão de atendimento”, comentou.

Ao recordar dos desafios da Administração Municipal durante o período mais agudo da pandemia de covid-19, o chefe do Executivo enalteceu o Sistema Único de Saúde (SUS). “O SUS é uma bandeira que precisa ser defendida, porque passamos por momentos muito difíceis na pandemia e se não fosse o SUS e a dedicação heroica de cada profissional de Saúde poderia ter sido muito pior. Aqui em Osasco sempre apoiamos a ciência, a vida e a vacina. Se tivesse que voltar no tempo, faríamos exatamente da mesma forma”.

O prefeito comentou ainda que, por meio do Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana de São Paulo (Cioeste), estuda viabilizar parcerias com o sistema privado para ampliar os atendimentos em especialidades médicas na cidade.

Fernando Machado também defendeu o SUS e agradeceu a atuação dos trabalhadores do setor e representantes do Conselho. “A atuação de cada trabalhador do sistema e dedicação do Conselho são fundamentais para que possamos melhorar os nossos serviços. Então, agradeço aos que estavam no Conselho e aos que chegam pela contribuição de todos”.




3 visualizações

Comments


bottom of page