top of page

Osasco adere ao Pacto Contra a Fome



Osasco participou terça-feira, 23/05, na capital paulista, do lançamento do Pacto Contra a Fome, movimento suprapartidário e multissetorial de combate à fome e redução do desperdício de alimentos no Brasil.

Representantes de empresas, universidades, organizações não-governamentais e religiosas, além de lideranças do setor público (federal, estadual e municipais), estiveram presentes no evento.

João Perez, diretor de Segurança Alimentar, e equipe representaram Osasco na cerimônia. “A fome e o desperdício de alimentos têm múltiplos fatores. O Pacto Contra a Fome, liderado pela cofundadora e presidente do conselho, Geyze Diniz, tem o importante papel de mobilizar todos os atores, governamentais e não-governamentais, para a erradicação da fome no Brasil. Neste lançamento há a oportunidade do engajamento coletivo e intersetorial de todos que estejam liderando políticas públicas nos governos (federal, estadual e municipais), em áreas rurais e urbanas, aqueles que realizam investimentos privados no setor de alimentação e, principalmente, a sociedade civil que faz essa incrível mobilização para erradicar a fome”, disse Perez.

Em 2022 o Brasil possuía 33 milhões de pessoas em situação de insegurança alimentar grave. Ou seja, 15,5% da população. Isso ocorre quando a pessoa não tem comida ou recursos para comprar alimentos, quando só faz uma refeição diária ou, pior ainda, passa um dia ou mais sem comer nada.

O Pacto contra a Fome tem como meta fazer com que, em 2030, o Brasil não tenha nenhuma pessoa com fome e que a população esteja bem alimentada, de forma adequada e saudável, por meio da articulação entre sociedade civil, setor privado e público.

Osasco é referência no combate ao desperdício

Por meio do Banco de Alimentos de Osasco, toneladas de alimentos que seriam desperdiçadas são destinadas adequadamente a milhares de famílias atendidas por cerca de 90 entidades sociais.

Em 2022, foram cerca de 130 mil kits distribuídos e 1,4 mil toneladas arrecadadas. Além de ter recebido menção honrosa no Prêmio Josué de Castro, em 2021, o Banco de Alimentos de Osasco compõe o Comitê Gestor Nacional da Rede Brasileira de Bancos de Alimentos, órgão de assessoramento do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à fome.

O município integra o Pacto de Milão sobre Política de Alimentação Urbana desde 2022 e é uma das 11 cidades do País inseridas, entre 200 cidades do mundo, na agenda de compromissos voltada à sustentabilidade e segurança alimentar e Agenda 2030 da ONU (Organização das Nações Unidas). Em 2022 participou do Fórum Global no Rio de Janeiro.

A cidade é conveniada com a WFP/Nações Unidas/ONU, maior agência humanitária do mundo, e membro do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional, vinculado à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado.

Além de todo esse compromisso com a sociedade civil, Osasco é gestora de dois conselhos municipais, o COMSEA (Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional) e a Caisan (Câmara Intersecretarial de Segurança Alimentar), e possui o programa Nosso Futuro, que atende mais de 30 mil famílias com a transferência de renda para pessoas em situação de vulnerabilidade social e de insegurança alimentar.





7 visualizações

Comments


bottom of page