top of page

Osasco está no Top 10 das cidades empreendedoras



Relatório de Pesquisa Endeavor/Enap (Escola Nacional de Administração Pública) 2022 divulgado esta semana aponta Osasco em oitavo lugar no índice de maiores cidades empreendedoras do País. O município obteve pontuação, 7,71. Está uma posição atrás de São José dos Campos (7,70 Pontos) e uma à frente de Joinville (7,68). São as três únicas cidades não capitais de estado entre as dez primeiras do ranking, de um total de 101 mais populosas analisadas. O ranking é feito com base em dados públicos e governamentais consolidados. Todos os estados foram representados, ao menos por suas capitais, e o mais representativo na amostra é São Paulo, com 28 cidades. Foram analisados fatores determinantes para o empreendedorismo, como ambiente regulatório (tempo de processos, tributação e complexidade burocrática); infraestrutura (transporte urbano e condições urbanas); mercado (desenvolvimento econômico e clientes potenciais); acesso a capital (operações de crédito por cidade, proporção relativa de capital de risco e capital poupado per capita); inovação; capital humano (acesso e qualidade da mão de obra básica e mão de obra qualificada) e cultura empreendedora (imagem do empreendedorismo). O estudo também aponta Osasco em segundo lugar no quesito acesso a capital, com 10,02 pontos, logo atrás da capital paulista (11,98 pontos); segundo colocado em cultura empreendedora (7,64); e quinto no item mercado, com 7,88 pontos. O Índice de Cidades Empreendedoras (ICE) foi lançado em 2014, está em sua 6ª edição, e, desde 2020, o relatório passou a ser construído em parceria entre a Endeavor e a Enap. Desde então passou por novos aperfeiçoamentos metodológicos e por aumento de sua amostra, seguindo o critério de se coletar dados para os 100 municípios mais populosos do país. Para esta publicação ocorreu um ajuste no referenciamento do índice. Assim, o ICE 2022 foi construído com dados disponíveis, em sua maioria, no ano de 2021. Portanto, o índice de um ano diz respeito ao ‘retrato’ da realidade que os dados apontaram no ano anterior. O índice anterior, de 2020, trouxe um aumento quantitativo substancial ao analisar as 100 cidades mais populosas do Brasil, o que permitiu uma perspectiva muito mais abrangente da realidade brasileira. O de 2022 manteve a inovação. Entretanto, o ranking de 100 cidades mais populosas pode mudar de um ano para o outro, como foi o caso deste ano. De acordo com a Endeavor/Enap, com o intuito de manter a comparabilidade, além das 100 mais populosas de 2022, acrescentou-se os municípios da edição anterior que, eventualmente, tenham saído do ranking. Este ano, por exemplo, Marabá (PA) entrou e Santa Maria (RS) saiu do ranking dos 100 mais populosos. Mas, mesmo que o município de Santa Maria tenha saído, ele também foi analisado. Daí a razão de a edição 2022 contar com 101 municípios. Ainda segundo os responsáveis pelo relatório, essa decisão vem para atender a demanda de gestores públicos e empreendedores, uma vez que o índice se consolidou como um importante instrumento para a gestão estratégica das cidades enquanto ecossistemas de empreendedorismo. Estudo O ICE tem como objetivo analisar o ambiente de negócios das 100 + 1 cidades mais populosas do Brasil para mostrar quais possuem as condições mais propícias para o desenvolvimento do empreendedorismo e por quê. Por isso, são analisados diversos desafios municipais, entre os quais o tempo gasto em procedimentos necessários para abertura de novos negócios. Os dados podem ser analisados no site https://ice.enap.gov.br

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO - www.osasco.sp.gov.br

bottom of page