top of page

Osasco inicia operação inverno e amplia vagas de acolhimento



A Secretaria de Assistência Social (SAS) da Prefeitura de Osasco ampliou a oferta de vagas e instalou sexta-feira, 16/6, 41 camas no Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Rua (Centro Pop), situado no Jardim Piratininga. No local, que oferece abrigo entre 18h e 6h, com direito a jantar e café da manhã, os acolhidos podem tomar banho e recebem um kit de higiene pessoal (sabonete, shampoo, escova e pasta de dente). Cada cama conta com colchão, lençóis, cobertor e edredom.

Do total de vagas ofertadas, 33 foram preenchidas, sendo 24 por procura espontânea e as demais por pessoas que aceitaram ir para o local após abordagem em vias públicas da cidade feitas por equipes do serviço social da Prefeitura.

A operação inverno no município foi iniciada na quinta-feira, 15/6, e se estende até 15/09. As abordagens noturnas ocorrem sempre que as previsões meteorológicas indicam temperaturas iguais ou inferiores a 13 graus.

“Estamos preparados para receber com amor e carinho nossos irmãos em situação de rua. Nossas equipes estão todos os dias nas ruas fazendo abordagens, inclusive temos acolhimento e ração para os pets. Se encontrar alguém que precisa e aceita o acolhimento, ligue 156, nossa equipe irá até o local. Caso se esgotem, temos novamente a parceria com os hotéis da cidade para que ninguém deixe de ser acolhido”, disse o prefeito Rogério Lins.

Nas demais épocas do ano, o Centro Pop recebe a população de rua apenas durante o dia, com direito a alimentação, higienização pessoal, lavagem de roupas e atividades sociais.

Aos que recusam o acolhimento e preferem permanecer nas ruas, as equipes da SAS oferecem cobertores, sucos, água, e ração e cobertores para animais.

A cidade conta com três Centros de Acolhimento (confira relação abaixo), que também aumentam a capacidade de abrigo durante o inverno. Nos últimos anos, sempre que houve aumento da demanda a SAS também hospedou vulneráveis em hotéis da cidade.

Os munícipes também podem ajudar no trabalho de acolhimento fazendo contato com a Prefeitura pela Central 156 para informar sobre pessoas em situação de rua que necessitam de ajuda.

“É nossa tarefa ir às ruas e conversar com essas pessoas, tentar convencê-las a aceitar o abrigo, porque os que estão com saúde debilitada são os que mais sofrem com o frio. A sociedade também pode ajudar nesse trabalho doando roupas (limpas e em bom estado) e cobertores (novos) ou nos avisar pelo telefone 156 sempre que souber os locais em que há pessoas em situação de rua”, disse o secretário de Assistência Social, José Carlos Vido.

As doações de roupas e cobertores podem ser encaminhadas ao Fundo Social de Solidariedade do município, situado no prédio da Prefeitura (Avenida Lázaro de Mello Brandão, 300, Vila Campesina).

Serviço

Serviço de Acolhimento Feminino e Famílias

Rua Belo Horizonte, 87, Jardim Rochdale. Telefone: 3654-1996.

Serviço de Acolhimento Adulto Masculino

Rua Belo Horizonte, 87, Jardim Rochdale. Telefone: 3654-2869.

Serviço de Acolhimento Centro

Rua Dr. Mariano Jatati Marcondes Ferraz, 418. Telefone: 3656-2543.





7 visualizações

Comments


bottom of page