top of page

Parceria garante a entrega de 140 moradias no Santa Maria


O prefeito de Osasco, Rogério Lins, participou juntamente com a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Aline Lins, a vice-prefeita Ana Maira Rossi e o governador do Estado, Rodrigo Garcia, sábado, 07/05, da entrega de 140 unidades habitacionais do Residencial Recanto das Rosas, no Jardim Santa Maria.

O empreendimento, do programa Minha Casa Verde e Amarela, é uma parceria entre os governos federal, estadual, prefeitura e Grêmio Recreativo, Cultural, Esportivo e Social Gente Inocente, presidido por Sidnei Alves de Sena. Em ato simbólico, foram entregues as chaves das moradias para algumas famílias.

O conjunto habitacional vai abrigar famílias inscritas nos programas habitacionais da cidade de diversas comunidades, entre as quais Jardim Padroeira, Novo Osasco, Remédios, Munhoz Jr. e Bonança.

Boa parte dessas famílias se inscreveu no programa em 2009 e desde então aguardava a tão sonhada casa própria. É o caso de Maria de Lurdes Pereira, 58 anos, que morava na antiga favela da Brahma, no Jardim D’Ávila.

“Desde 2009 passei a morar lá, época em que meu marido perdeu o emprego e não conseguimos mais pagar aluguel. Ele faleceu há dois anos e as coisas ficaram ainda piores. Ontem nem dormi de tanta ansiedade, por saber que agora terei um lugar melhor para morar, um lugar que agora terei paz, tranquilidade e segurança”, disse.

“Mais do que entregar moradias, esse ato representa a transformação de sonhos em realidade”, disse o prefeito durante o evento.

Rodrigo Garcia enalteceu a perseverança das famílias. “Sabemos que há tempos vocês aguardavam a chegada desse momento e não desistiram desse sonho. Vocês estão de parabéns, porque escolheram um prefeito que trabalha muito por Osasco e ajudou a concretizar mais essa conquista”.

Secretários municipais, vereadores, os deputados federais Vanderlei Macris, Alexandre Frota e o secretário de Estado de Habitação, Flávio Amary, também participaram da cerimônia. Teresa Paulino representou o Ministério do Desenvolvimento Regional.

Residencial

O residencial integra o Programa Casa Verde e Amarela e recebeu R$ 12,7 milhões em investimentos federais, por meio do Fundo de Desenvolvimento Social (FDS), além de contrapartida de R$ 3,3 milhões do governo estadual.

O conjunto habitacional é um complexo com três blocos, sendo um com quatro torres, um com duas e outro com apenas uma. O condomínio conta com sistemas de abastecimento de água, coleta de esgoto, iluminação pública, energia elétrica, pavimentação, drenagem e transporte público.



Fotos: Torquato

Texto: Marco Borba

תגובות


bottom of page