top of page

Parlamentares incentivam implantação de hortas urbanas em Osasco



Projeto é um dos destaques do trabalho desenvolvido pelo executivo e que repercute positivamente


Frequentemente, os parlamentares osasquenses buscam soluções para incentivar a geração de renda, ocupação adequada de espaços e melhoria na qualidade de vida dos cidadãos. Um dos projetos que recebem mais elogios dos vereadores, por sua execução e importância, são as hortas urbanas. O projeto foi iniciado em 2006, com a aprovação da Lei nº 4019, que criou o Programa de Agricultura Urbana em Osasco e que atualmente atende mais de 60 produtores.

A vereadora Juliana da Ativoz (PSOL) é uma das parlamentares que mais incentivam a instalação de hortas urbanas na cidade. Não apenas pela geração de renda, mas pelas melhorias proporcionadas pelo projeto. “A gente precisa pensar em uma cidade com desenvolvimento sustentável. Aproveitar os espaços vazios ocupados pelo lixo, entulhos, mato e dar uma nova destinação a esses espaços, criando espaços de proteção e que também proporcionem boa alimentação para a população”, declarou a parlamentar.

De acordo com Juliana, as hortas urbanas também impactam positivamente na saúde pública por proporcionar alimentação saudável, visto que os alimentos produzidos nas hortas são 100% orgânicos. Os impactos positivos são inúmeros, estimulam a economia local e também promovem segurança alimentar.

Emerson Osasco (Rede) e Lúcia da Saúde (Podemos) já propuseram a instalação de hortas urbanas. “As hortas urbanas contribuem, assim, para a melhoria de vida dos cidadãos, tanto em função dos alimentos saudáveis que passam a integrar sua alimentação quanto pelo convívio social gerado pela atividade. Além disso, as hortas podem ser criadas em espaços que não estejam recebendo o devido cuidado e, desse modo, é possível valorizar as áreas localizadas no seu entorno”, justifica Emerson Osasco.



3 visualizações

Comentarios


bottom of page