top of page

Parlamentares osasquenses aprovam dois projetos na primeira sessão de 2023



Matérias dizem respeito a denominação de via pública e concessão de honraria

Os vereadores osasquenses aprovaram dois projetos durante a 1ª Sessão Ordinária, realizada nesta terça-feira (7). As duas matérias aprovadas são de autoria do vereador Rogério Santos (PMDB) e tratam de denominação de via pública e de concessão de honrarias. O Projeto de Lei 104/2021 dispõe sobre a denominação da viela localizada na altura do número 59 da Rua Morrinhos, no bairro Munhoz Júnior. No texto, o vereador propõe que a viela passe a se chamar Angelina Candida Ribeiro – liderança do bairro falecida em 2002, muito estimada pelos moradores e que lutava por melhorias para a região. A proposta recebeu 16 votos favoráveis e agora segue para apreciação do prefeito Rogério Lins (Podemos), que poderá aprovar ou vetar. O Projeto de Decreto Legislativo 35/2022 trata da concessão de Medalha Antônio Raposo Tavares e do Diploma cidade de Osasco ao tenente-coronel-aviador e astronauta Marcos Pontes pela “brilhante e pioneira participação na Missão Centenário, como o primeiro astronauta brasileiro da história”. A proposta do vereador Rogério Santos foi aprovada com 16 votos favoráveis e uma abstenção. Após a aprovação, a Câmara dará início aos preparativos para a solenidade de entrega da honraria.

Posse na Alesp O autor dos projetos aprovados, vereador Rogério Santos (MDB), foi eleito deputado estadual nas eleições de outubro de 2022. A posse do vereador como deputado acontecerá no próximo dia 15 de março. Ao assumir a cadeira na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), Santos abre uma vaga na Câmara de Osasco, que deverá ser assumida pelo primeiro suplente do PL (partido pelo qual Rogério foi eleito), Rodrigo Gansinho.

10 visualizações

Kommentare


bottom of page