top of page

PM e GCM desocupam terreno  particular invadido na Vila Menck  



No último sábado, 20/1, aproximadamente 600 pessoas do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) invadiram um terreno particular na Rua Guilherme Luís de Carvalho, na Vila Menck, em Osasco. Polícia Militar (PM) e Guarda Civil Municipal (GCM) foram acionadas e conduziram uma operação de desocupação no local, concluída por volta das 15h30 do mesmo dia. 




Apesar de tentativas de negociação com advogados e representantes do movimento, incluindo o vereador Emerson Márcio Vitalino e a deputada estadual Ediane Maria do Nascimento, o grupo permaneceu no terreno, o que exigiu a intervenção das forças de segurança. A ação foi tranquila, sem uso da força e sem vítimas.  

Após a desocupação do terreno, as autoridades realizaram uma varredura na área, o que levou à apreensão de “arma branca" (artefato perfurante e cortantes), drogas e documentos. O local foi interditado para perícia e liberado à noite ao dono do terreno. 

O prefeito Rogério Lins, acompanhado pelo deputado estadual Gerson Pessoa, esteve presente durante a operação, enfatizando a intolerância a invasões em Osasco. Ele agradeceu o apoio da Guarda Civil Municipal, da PM, equipe de governo, deputado estadual Gerson Pessoa, governador Tarcísio e secretário de Segurança Pública, Guilherme Derrite. 

O tenente-coronel Joaquim Keida e equipe, juntamente com os secretários de Segurança e Controle Urbano, Coronel José Virgolino, de Habitação, Pedro Sotero, e de Serviços e Obras, Waldyr Ribeiro Filho, além do atual comandante da GCM, inspetor Erivan da S. Gomes, também acompanharam a operação.  

A ocorrência foi registrada no 5º Distrito Policial de Osasco pelo proprietário. 

Texto: Olga LiottaImagens: Caio Henrique 


17 visualizações

Comments


bottom of page