http://www.gazetaevangelica.com/googlefaae1f9cd3a61287.html http://www.gazetaevangelica.com/googlefaae1f9cd3a61287.html
 

Itapevi alcança nota 8,61 no ranking de transparência da Controladoria Geral da União (CGU)

Cidade está à frente de cidades como São Paulo, Osasco, Barueri, Carapicuíba e Cotia


Os avanços e investimentos na área da transparência pública em Itapevi estão surtindo efeito. A nota da cidade subiu de 8,07 para 8,61, na 2ª edição da Escala Brasil Transparente (EBT) - Avaliação 360º, realizada pela Controladoria Geral da União (CGU).

Um exemplo deste reconhecimento é a conquista da 32ª colocação do município no ranking do estado de São Paulo e o 165º lugar no nacional. Essa iniciativa verifica o cumprimento da Lei de Acesso à Informação (LAI) em todos os estados, no Distrito Federal e nos 665 municípios com mais de 50 mil habitantes.

Na prática, Itapevi tem atualmente uma transparência superior à média dos municípios (6,85), ficando abaixo das capitais (8,73) e à dos Estados (8,8).

"O resultado positivo da Avaliação 360º da CGU é fruto de um esforço contínuo da equipe dos nossos servidores. Tornar o atendimento rápido e aproximado junto ao cidadão, ajuda a Prefeitura a construir uma relação de credibilidade e confiança que antes não existia", argumenta o prefeito de Itapevi, Igor Soares (Podemos).

De acordo com o indicador, Itapevi está à frente de municípios como: São Paulo (240º lugar - Nota 7,69), Barueri (358º - Nota 6,31), Osasco (264º - Nota 7,43), Carapicuíba (652º - Nota 3,33), Cotia (589º - Nota 4,56), Cajamar (274º - Nota 7,2) e Várzea Grande Paulista (537º - Nota 5,25).

Realizado em 2016, a administração municipal tinha nota 0 na edição da época, quando foi avaliado o grau de transparência de 665 municípios de 27 estados da Federação.

O resultado desta nova edição foi divulgado no dia 15 de março em publicação da CGU e pode ser conferido no link ( https://is.gd/BAX4oa ). A avaliação levou em consideração o cumprimento das normas da LAI (Lei Federal nº 12.527/2011), com foco na transparência adotada pela Prefeitura de Itapevi.

Com a criação da Controladoria Geral do Município, em 2017, a Prefeitura aumentou a transparência do poder público municipal, de modo a facilitar a fiscalização por parte dos cidadãos.

O estudo avalia-se, por exemplo, se as cidades disponibilizam informações financeiras e orçamentárias na internet, como gastos e despesas, processos de licitação, contratos, acompanhamento de obras, dados sobre o quadro de servidores públicos, dentre outros mecanismos, como o e-SIC (Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão), criado pela Prefeitura em 2017.

No Portal da Transparência de Itapevi é possível encontrar um organograma com todas as secretarias da Prefeitura e contatos em cada uma das pastas, além de informações sobre cargos ocupados em cada secretaria e os valores percebidos pelos servidores municipais.

Foto: Felipe Barros ExLibris PMI

4 visualizações